Eu e a bola

Ontem não vi (noites agitadas, as últimas, nem vamos falar disso). Mas há uma série de questões que se me assolam o pensamento nisto da bola e que passo a partilhar neste dia de mais um empate seguido de vitória por penalties. Às tantas é coisa que a ti também te tira o sono e haverá que falar sobre isto!

– porque é que Continuar a ler

Anúncios

Istambul, Turquia 

Eu não adorei a minha experiência em Istambul. Ia sozinha (em serviço), toda ocidentalizada no exterior, madeixas loiras para cúmulo, toda eu uma afronta. Lembro-me de ainda andar à procura da saída no aeroporto, aquele que ontem foi alvo de mais um ataque terrorista, e de me sentir assaltada sem que me tocassem. Um homem chegou mesmo a aproximar-se de mim resmungando palavras que nunca conseguiria entender mas cuja postura corporal de desdém e nojo para comigo era óbvia. Creio que cuspiu para o chão ao cruzar-se comigo. Continuar a ler

Bremain

Dizem as projeções que o Bremain ganhou (por pouco) ao Brexit. Ainda bem. Até ao fim de semana passado, quando as sondagens viraram, achei mesmo, mesmo que os ingleses não estavam numa de coação ou de ameaça, só. Eram bem capazes de se por na alheta e o último a sair que fechasse a porta. É a tradicional postura inglesa (e a nossa secular Aliança Luso-Britânica que o demonstre). 

Eu podia aqui alongar-me com histórias, mas este senhor disse tudo o que eu diria e melhor – por isso é que ele foi MNE e eu não! – a destacar:

– a tradição inglesa do pé dentro, pé fora

– o precedente que se abre à legitimação da saída da UE através de referendo nacional

–  a caixa de Pandora das Nações sem Estado 

Quem diria…

… que ao fim de um mês em casa, com recomendação para passar os dias de papo e pernas pró ar, a comer de todo o tipo de porcarias, agravado pelos restos da festa de aniversário da Júlia, eu engordaria só um quilo?!

Pronto! São pequenas coisas que deixam a pessoa feliz, não é verdade?! 😌

(Mas eu tenho pra mim que aquele ponteiro ainda há de bater nos 20kg a mais, como das outras vezes, ah há de, há de…)